Por uns minutos voltei ao passado, apeteceu-me pensar em tudo o que já fiz até aqui, desde os meus 13 anos, porque é a altura que eu considero que comecei a viver intensamente e é quando comecei a ter histórias para contar.. e cheguei à conclusão que o sofrimento valeu a pena, que todas as lágrimas que caíram só me tornaram em alguém capaz de viver melhor, aprendi com os erros e continuo a aprender. Com as pessoas que hoje digo que são tudo para mim, construí um novo eu, mais forte, mais sincero, que acredita em si mesmo, que é capaz de tudo pelos que realmente ama, que acima de tudo, está aqui para ajudar aos que chama de amigos. Tenho orgulho de mim, da pessoa que era, que sou e que um dia hei-de ser. A mim, ninguém me derruba. Se estou aqui, é para viver até quando o meu fim chegar e até lá ninguém me detém.
A minha vida sempre deu muitas voltas, sempre tive momentos intensos de felicidade e momentos de tristeza, como toda a gente. Mas talvez por já ter crescido imenso, por ter mudado o quanto podia, que sinto que a minha vida está no seu auge, e não quero que isto se vá nunca. Nos últimos meses, a minha vida estabilizou, e posso dizer que sou das pessoas mais felizes do mundo. Acho que o meu esforço durante tantos meses, está a ser recompensado! Às vezes lembro-me do passado, mas sei que sem ele, nunca seria a pessoa que sou hoje. Um grande obrigada a todos os que fizeram parte dele, porque mesmo que me tivessem feito sofrer, só me ajudaram a mudar e a tomar determinadas decisões.

(um novo rumo nos espera meus amores.)

Sem comentários:

Enviar um comentário