Às vezes paro e penso como é bom o que estamos a viver.. não sei, mas parece-me perfeito e verdadeiro demais para estar mesmo a acontecer. Sabes aquela sensação que me provocas sempre que te aproximas de mim e me dás um beijo? Ou até mesmo quando o fazes com essa intenção e acabas por não o fazer, só mesmo para me deixar *.* (eu sei que tu sabes o significado, não preciso de o explicar a ninguém). Eu sei que tu sabes qual é a sensação de me ver a chegar perto de ti, e de pensares que te pertenço, eu sinto o mesmo, sempre que te seguro a mão, sempre que te puxo para bem perto de mim, sempre que me aproximo de ti, sempre que me falas ao ouvido, sempre que estás bem perto de mim, sempre que estou nos teus braços, sempre que me falas no futuro, mas no nosso futuro.. se soubesses como sinto o meu coração cheio de amor para te dar em todos esses momentos, se soubesses como fico feliz só por me chamares de tua, por me protegeres de qualquer coisa que me magoe. Podemos ter altos e baixos, mas quem disse que isso era mau? Passamos a maior parte do tempo bem, com as nossas conversas, com os nossos segredos, e às vezes os ciúmes ou a vontade de querer toda a atenção um do outro vêm ao de cima, mas ambos sabemos que isso não é mau.. nem isso, nem a distância que nos separa, porque tudo isso mostra-nos o quanto é bom estarmos juntos. Eu gosto de sentir saudades tuas, é confortável, sabe bem, porque depois quando te abraço e te beijo, há uma sensação de extrema felicidade que me percorre o corpo e era capaz de passar horas ali, no mesmo sítio, agarradinha a ti, só por te querer bem perto. Como já te disse uma quantidade de vezes, tudo o que escrevo ou que digo em poucas palavras, é tão pouco comparado com o que nos une. És um amor verdadeiro, és o meu amor verdadeiro. É em ti que eu penso todas as noites antes de adormecer, é contigo que eu quero sonhar, és tu quem está presente a todos os minutos no meu pensamento. Depois de tanto tempo há espera de alguém que cuidasse de mim como eu precisava, apareces tu e dás-me exactamente tudo o que eu preciso. Tanto amor, tanto carinho, tantos mimos, tanta dedicação.. afinal estou a escrever o que vem à cabeça e nem sei se isto está a fazer sentido, mas não me apetece nada parar de dizer o que quer que seja.. está a ficar enorme não achas? Mas acho que depois de há pouco precisava de me expressar em condições. Não penses que do tanto que lutamos, das promessas que fazemos, do futuro que imaginamos, te vou deixar ir embora.. muito pelo contrário, pertences-me, és meu, vais ser sempre. E como eu gosto de te chamar de meu, como eu gosto de te puxar para perto de mim e de te querer, de te desejar. Gosto de estar contigo em todo o lado e se pudesse até te tinha debaixo da minha cama, todos os dias, para puderes dormir comigo todas as noites. Gosto de ouvir dezenas de músicas e em todas elas pensar em ti, de me lembrar de um momento em particular e de sentir saudades tuas. Gosto de me entregar a ti, e de ouvir umas quinhentas vezes tu a dizer que me amas e que me queres para sempre, que sou a mulher da tua vida. Gosto de te dar dez beijinhos sempre que nos despedimos (sem contar com os outros todos *.*). Gosto de acordar e saber que alguém vai estar à minha espera. Gosto de ir dormir e ter alguém para expressar o que sinto. Gosto de saber que nada nos separa e que durante este tempo todo temos vindo a crescer e a aprender a lidar com o feitio um do outro. Afinal somos muito diferentes e ao mesmo tempo muito iguais, mas sabes que mais? Não somos perfeitos, mas completamos-nos. Amo-te muito e nunca te vou deixar homem da minha vida *

Sem comentários:

Enviar um comentário