Na sexta-feira como os da minha turma foram para as lagoas e eu não quis ir, passei o dia com o meu bebé ** fui buscá-lo à cidade por volta das nove da manhã e viemos para Santa Marta, fomos comprar coisas para almoçar e depois passamos o dia juntos. Fomos para o rio e pronto eu apanhei um mega escaldão que felizmente já era e tenho a pele a esfolar, mais precisamente. Não me lembrava de me sentir tão feliz sabes? Passar o dia contigo, ser só tua, sermos só nós. E adeus aos telemóveis, chamadas, mensagens.. como eu gosto de quando o mundo parece que nos pertence. Ao tempo que me faltam as palavras para tentar dizer aquilo que sinto cada vez que estou contigo, mas começo a achar que é normal não conseguir expressar nada de jeito quando se trata de nós e acho que dizer que te amo, dezenas de vezes ao dia, começa a ser insuficiente. Quero-te para sempre e quero que chegue rápido o dia de partilhar a mesma casa que tu. Ver-te a toda a hora, abraçar-te sempre que quiser, beijar-te assim que acorde.. amo-te tanto, tanto, tanto..