E hoje faltam-me as palavras para explicar tudo o que está aqui dentro de mim. Um AMO-TE do tamanho do mundo talvez chegasse, mas para mim isso ainda é pouco, milhões de beijos e abraços não me matam as saudades, o que me fazia feliz era estar contigo todos os dias e dividir a mesma casa que tu. Ir contigo a todo o lado e dizer-te sempre que te amo sem nunca me cansar de olhar para ti e achar que és a coisa mais linda do mundo e a melhor coisa da minha vida. Adoro que me surpreendas e ultimamente estás sempre a fazer isso e uma vez na vida eu sinto que alguém sente tudo da mesma forma que eu sinto. Não há nada mais perfeito. E o infinito é a única coisa que talvez chegue para perceberes o quanto te amo, te quero, te venero *.*

Sem comentários:

Enviar um comentário