Na segunda e na terça eu e o meu baby fomos para a cidade. Na segunda fomos à praia para torrar um bocado, tipo as tostas :p e a água estava tãooooo boa, tirando a parte em que aquele atrasado (lindo e meu) me obriga a ficar com a água acima do umbigo ou me molha :c e depois fomos dar uma volta e viemos cedo para casa cedo porque no dia seguinte tínhamos de aproveitar até tarde *.* (quase ia perdendo o bus se não fosse ele a correr para dizer ao homenzinho para esperar e nem me despedi dele :((()

Na terça-feira andamos a passear pela cidade, pelo jardim, pelo shopping, etc, estava um tempo tão esquisito e era só gente -.- aborrecia um bocado. Até à worten fomos parar para brincar com as coisas de lá ahah. " - Precisa de ajuda? - Não não, estamos só a ver" ahahah Mas depois acabamos por nos sentar e ficar a conversar e a fazer cenas parvas (tipo, mandares-me cantar, estares no meu colo e fingires que és meu filho e por aí fora :o) e sim, eu sei que não te esqueces tão cedo que eu não parava de te beijar, mas desculpa lá se és completamente viciante *.* E agora só te volto a ver na sexta, mas também falta pouquinho. Estou é com uma vontade enorme de te dar um xii daqueles gigantes de te tirar o ar :c E nada do que digo parece ter coerência, mas acho que é típico das pessoas felizes :p amo-te outra vez grandalhãozito :c

No domingo de manhã a discussão continuou.. mas à tarde fui para a casa dele, lalala. E jogamos à sueca contra a mãe dele e a avó e ganhamos muahah, somos mesmo bons :c e depois estive a ver os livros dele (a tua secretária é mesmo altamente ahah, aposto que te vais rir muitooooo, e quero uma cadeirinha como aquela pequena :c), a ver tv no sofázinho dele, a ver fotografias no quarto dele, a falar com a mamã dele e quando vim embora já passava das oito e estava cheia de energia, super feliz. *.* É impressionante que como umas longas horas contigo me fazem ficar nas nuvens e pensar que não existe mais nada no mundo que nós, do que a nossa felicidade ** e acho que não preciso de mais pormenores porque o resto só nós precisamos de saber. amo-te príncipe lindo, para sempre *


ps. "Não te preocupes que daqui a uns anos tens uns destes a correr aqui pela casa." (ou coisa assim parecida, amo-teeeeeeeee*)