17 de Março de 2013

Na segunda-feira, era o meu último dia aí pertinho de ti, último como quem diz, último dessas mini-férias. Estava triste por ir embora ao final do dia, mas feliz por me teres feito esquecer dos problemas que existiam aqui por casa, por teres cuidado de mim e me feito rir tantas vezes. Acordamos tarde mas tu foste ter comigo outra vez lá baixo e desta vez foste fino, que abriste o estore antes de te deitares à minha beira, para me puderes ver ihih e fizeste tanto barulho que eu ouvi-te a entrar :c e virei-me logo para ti para te abraçar e sentir os teus lábios. Quando nos levantamos fomos comer qualquer coisa e pouco depois já estávamos a almoçar. À tarde estivemos a ver o último filme do saga Twilight e eu gostei tanto ** e deves ter sentido que nas partes mais riquinhas eu te apertava sempre com mais força, ou te dava um beijinho ou me mexia. A história foi tão linda. Claro que eu sou adepta de histórias com final feliz, de romances, de coisas todas lamechas, mas foi dos filmes mais lindos que já vi, mesmo sendo pura imaginação. Leva-nos sempre a sonhar e a imaginar o nosso próprio "conto de fadas". O filme deve ter acabado por volta das 17h e depois disso fui tomar banho (fui tão rápida que tu até ficaste parvo :o) e depois chamei-te para ires tu e eu fui-me vestir e quando acabaste fui contigo para o quarto, escolher a tua roupa e secar o cabelo. Lanchamos com a tua mãe e com a tua tia e depois fomos embora para o autocarro - ainda bem que carregaste o saco, que ia mais pesado do que quando veio. Foi tão nostálgico estar a ir no autocarro e a pensar nos dias que tinham passado e na falta que me ias fazer assim que chegasse a casa. Pois e fizeste. Morri de saudades e só queria voltar para perto de ti e qualquer coisa me fazia chorar porque não gosto de estar longe de ti. Porque é bom demais estar aí do teu lado e não ter que pensar em quando te vou ver e quanto tempo falta. Por mim mudava para qualquer sítio contigo, casava-me contigo, ia viver contigo, tinha filhos contigo. Por mim podia fazer tudo isso já hoje. És tão especial.

Sem comentários:

Enviar um comentário