10 de Maio de 2015

Tenho tantas saudades tuas. Sou tão apaixonada por ti que por mim passava os dias e as noites todas contigo. Não me fartava nunca porque és o melhor que tenho nesta vida. Como te disse, só quero casar contigo e ter filhinhos contigo. E eu já sou a mulher mais feliz do mundo por te ter, mas quando isso acontecer vou ser ainda mais feliz. Vou ser a felicidade em pessoa, vais ver. És o meu mais que tudo e tenho muito orgulho em ti. És maravilhoso e fazes com que tudo que fazemos juntos o seja. Amo-te meu *.*

7 de Maio de 2015

7 de Maio de 2015

Estas semanas têm sido qualquer coisa. Parece que o tempo voa. Já fizemos 3 aninhos e cinco meses. Passei o fim-de-semana passado contigo e já morro de saudades de dormir do teu lado e estar agarrada a ti a toda a hora. Pergunto-me tantas vezes que seria de mim sem ti. Mas a verdade é que não quero saber a resposta. É adorável estar contigo. Sinto-me tão feliz sempre que vou passar uns dias aí a casa e desta vez correu tudo bem. Sabes, já aprendi o segredo.

1 de Maio de 2015

Fiz um teste daqueles com perguntinhas na net e...

" Parabéns, você é um “cérebroesquerdista", o que significa que você é um cientista inteligente! Ter o lado esquerdo dominante faz com que você seja lógico, analítico e objetivo. Você gosta de viver em um mundo bem organizado e de basear suas suposições em raciocínio lógico e crítico. Seus pontos fortes são trabalhos com números, raciocínio matemático e uma linguagem bem desenvolvida. É por isso que você tem argumentos muito fortes quando se trata de debater um problema ou escolher um lado e, geralmente, pode convencer os outros a ficarem do seu lado. Sua inteligência e ética de trabalho podem mudar o mundo através de algumas descobertas científicas! "
30 de Abril de 2015

25 de Abril de 2015

## "Gostava de saber o que vêem os teus olhos quando me vêem. Gostava de saber se vêem este aperto que te aperto - e é com os olhos, antes de tudo o resto, que te aperto. Gostava de saber o que vêem os teus olhos quando me vêem. A única maneira de olhar é olhar-te. O teu cabelo de boneca, escuro e liso; o teu corpo dobrado no meu quando, de manhã, acordo - e te vejo ali, como só tu, a amar-me como só eu. És a felicidade de todos os meus minutos. E depois as palavras nem precisam de ser palavras. E depois ficamos abraçados, por debaixo dos lençóis, como se o mundo lá fora fosse o resto do que não precisamos de viver. O resto do que nem sequer precisamos de ver. Toda a realidade está dentro de ti. Tudo o que vejo vejo contigo. Pedes-me para te abraçar. E eu abraço-te. Pedes-me para te beijar. E eu beijo-te. E eu e tu sabemos que quando um pede o outro faz. E eu e tu sabemos, mais ainda, que quando um pede o outro está a pedir também. Porque entre nós não é a felicidade de um que é a felicidade do outro; entre nós só há uma felicidade."
in Prometo falhar", de Pedro Chagas Freitas ##

E cá estou eu na tua casa. Tu foste tomar banho e eu fiquei aqui no teu quarto. Lembrei de escrever isto, porque depois quando me for embora, vai ser engraçado ler e porque sei que tu vais achar piada. É difícil sermos nós, com qualidades e defeitos, mas conseguimos e superamos as coisas más. E o amor que sinto aqui dentro é mais forte entre tudo o resto. E garanto-te que nunca há-de ir embora. Porque tu és o tal. Aquela pessoa especial que procuramos a vida inteira. Tu és tudo o que sonhei, quer dizer, és melhor do que eu já tinha pensado. E se tu soubesses o quanto te amo. Só espero que o que tu sentes seja igual. Eu sei que é. Agora vou ter de ir, antes que tu venhas e me apanhes a escrever. Amo-te *.*
21 de Abril de 2015

Só quando estou longe de ti é que noto a falta que me fazes. Dou por mim a pensar em quanto tornaste a minha vida diferente e especial. Em como me fizeste e fazes crescer. Em como eu não quero que o que construímos acabe nunca. Já passamos por tanto juntos e se tu soubesses o orgulho que tenho em dizer que sou tua namorada à três anos e quatro meses. Acredito que somos feitos um para o outro, feitos para durar. Neste caso, para sempre. Amo-te.

20 de Abril de 2015

Eu sei que sou difícil e que às vezes me aborreço facilmente por tudo e por nada, que descarrego em ti mesmo que não tenhas culpa do meu mau humor ou de eu ter dormido pouco ou até mesmo de me ter aborrecido com alguém ou só porque o dia não me correu da melhor maneira. Eu sei que isso não é correcto e peço-te desculpa do fundo do coração. Mas não ligues, ou tenta não ligar, quando o fizer. Cuida de mim que eu logo a seguir vou ficar calminha outra vez, ou vou tentar ficar. Afinal sou uma mulher gémeos e tenho muitas mulheres aqui dentro e é difícil geri-las todas. ihih Sabes, gosto de gostar de ti. Ficas comigo para sempre?

19 de Abril de 2015

E por hoje, vou dormir. Dormir como quem diz, ainda tenho de pôr a conversa em dia contigo. Espero ver-te amanhã. Sinto saudades tuas. E uma vontade enorme de te ver e de te abraçar.

7 de Abril de 2015

Dia de aulas. Acordamos cedo. E eu só queria ficar na cama contigo e não ter de ir embora. Preparamos-nos. Eu arrumei o resto das minhas coisas. O teu irmão levou-nos a minha casa para eu pousar o saco. Ainda dei um beijinho à minha mãe e de seguida fomos para a escola. Levaste-me à sala e esperaste que fosse hora de entrar. Não queria que fosses embora. Tinha passado tanto tempo contigo que sabia que no minuto a seguir que virasses costas ia morrer de saudades. E foi exactamente o que aconteceu. Tu foste para a tua sala. E eu entrei na minha. Não pensei muito porque sabia que tinha de ser assim. Mas aqui dentro já faltava qualquer coisa. Tive de me distrair disso. Tinha a apresentação de Economia para fazer. O professor chamou-nos e apresentamos o nosso trabalho. No fim, ele fez alguns comentários - pensei que fosse pior - e saímos. Estive contigo meia hora na hora de almoço e como sempre, no fim, levaste-me à sala outra vez. Namoramos um bocadinho e despedimos-nos. Porque naquele dia já não ia estar mais contigo. À tarde tive Organização e Gestão de Eventos e Estratégia Empresarial. Passaram rápido. Mas eu estava a morrer de sono e só queria chegar a casa e descansar. Quando cheguei, desfiz o saco. Arrumei o que tinha a arrumar e fui descansar cedo. Quando te liguei, era estranho estares longe, quando na noite anterior estavas tão perto. Falamos sobre o fim-de-semana. E sobre o nosso dia. Adormeci, feliz, a pensar em ti.



6 de Abril de 2015

Acordamos relativamente cedo. Preparamos-nos e saímos de casa. Era dia de Páscoa na casa da tua avó. E oficialmente era dia de Páscoa para nós. Era dia para eu usar o meu vestido novo com os meus sapatos novos. E devia estar mesmo bonita porque toda a gente fez questão de o referir e eu fiquei toda vaidosa e tímida. Comi como uma mula outra vez. E pouco depois do fim do almoço viemos para casa. Só tirei os sapatos e fiquei na mesma com o vestido. Levei-te ao quarto para termos um bocadinho para nós. Quando viemos para baixo, estive a lavar a loiça e depois joguei com o Amadeu e contigo. E consegui-vos marcar golos. eheh Quando a tua mãe e o teu pai chegaram estávamos os dois a jogar sentados no sofá. Depois estivemos a comer camarões, o resto do que ainda restavam na tua casa, depois os que o Amadeu trouxe e depois os que o teu tio trouxe. Pouco depois, já deviam ser 20/21h fui ligar à minha mãe e quando vim para baixo já estava toda a gente cá dentro. Estivemos no computador e pouco depois, por volta das 22h fomos para o quarto porque no dia seguinte tínhamos aulas. Eu estive a fazer o meu saco e tu estiveste a preparar as coisas para o dia seguinte com a minha ajuda. Quando acabamos fomos lavar os dentes e depois vestimos o pijama. Deitamos-nos. Só adormecemos por volta da 1h ou das 2h da manhã. Tínhamos que aproveitar bem as ultimas horas juntos. Adormecemos e eu acordei muitas vezes de noite porque estava nervosa porque no dia seguinte começava a escola e eu ia ter a apresentação do trabalho de Economia.




5 de Abril de 2015

Fomos acordados pela tua mãe a chamar porque supostamente éramos para ir à missa das 8h da manhã. Só sei que te disse que tu é que sabias se querias ir ou não e como nunca mais te levantaste nem me disseste para me levantar, abracei-te e acabei por adormecer. E entre esse tempo e a hora de acordarmos, andei às voltas na cama, a virar-me de um lado para o outro e a dizer-te para me agarrares porque queria adormecer de todas as vezes que acordava, porque ainda era cedo ou só porque não queria que aquele tempo em que estávamos só os dois, acabasse, nunca. Lá para as 11h, ouvi o teu pai a chamar por ti e disse-te, o teu primo estava lá em baixo e queria falar contigo. Conclusão, tu foste lá e eu fiquei a tentar acordar na cama. Depois fui fazer xixi, abri o estore e voltei para cama à espera que viesses lá ter. Quando chegaste, pedi-te para me ires buscar as toalhas e eu fui tomar banho. Quando acabei já estavas a fazer a quiche e logo depois já era hora de almoçar o tão famoso fondue de carne que comemos todos os anos por esta altura, todos como quem diz, o meu foi só o segundo ano, mas espero que venham muitos mais. No fim do almoço, comemos todos os docinhos e mais alguns. Estivemos a conversar. Eu fiz os questionários que tinha levado e tu ajudaste-me, como ajudas sempre em tudo. E a tarde passou-se a comer, a conversar e a brincar contigo. No fim do dia, fomos à casa do teu primo Cristiano. E também comi tanto que devia ter vindo embora a rebolar. Quando viemos embora, levaste-me às cavalitas para o carro, senão eu ia partir-me toda, visto que fui com os meus sapatinhos novos. Chegamos a casa por volta das 21h. E quando a tua mãe chegou, estive a conversar com ela, como o costume. Mas ela foi dormir cedo porque estava cansada. Entretanto, eu, tu e o teu irmão estivemos a ver o filme "Os Guardiões da Galáxia" em 3D. O teu pai também começou a ver, mas depois teve sono e foi para a cama e ficamos os três a ver o filme. Foi tão engraçado e em 3D é altamente. Quando acabou, lembro-me de ir à cozinha beber água e já passava da 1h da manhã. Mas eu e tu só adormecemos lá para as 2:30h porque aproveitamos sempre a hora de ir dormir para namorarmos e para falar do que se passou durante o dia e o que não gostamos que um ou o outro tivesse feito. Já te disse que a adoro esta relação que temos? Existem coisas más, é verdade, mas as boas conseguem sempre, sempre ultrapassá-las. Sou uma sortuda por ter encontrado uma pessoa como tu.





4 de Abril de 2015

Foi sábado. Acordámos tarde e andamos à procura de receitas de doces para fazer porque era fim-de-semana de Páscoa. Almoçamos hambúrguer's. Logo depois do teu pai chegar, fui tomar banho e fomos às compras. Logo à primeira, tu pegaste no chocolate branco e no chocolate de culinária, depois nas pepitas e andamos atrás das formas de papel mas decidimos ir buscar ao outro sítio - não vou mencionar nomes que não quero fazer publicidade - e quando chegamos lá fomos primeiro à procura de uns collants para eu usar na segunda-feira e depois fomos buscar as formas de papel e os ovos de chocolate para te oferecer e para me ofereceres. A mim deste-me um ovo gigante com um ursinho fofo que está em cima da minha cama (quando ela está arrumada) e eu a ti dei-te um ovo que toda a gente adora e um ovo (novo) da tua marca preferida de chocolates. Ainda andamos lá às voltas e indecisos mas saímos de lá inteiros. Depois disso ainda levamos a tua mãe à casa dos avós e a seguir fomos para casa arrumar as compras e o teu pai saiu. Antes de começarmos a tratar da nossa receita dos mini-docinhos, fomos ao teu quarto namorar um bocadinho. Quando começamos a fazer os doces já estavam quase a ser 19h. Sei que deram bastante trabalho mas o resultado foi bonito e delicioso. Entretanto os teus pais já tinham chegado. Jantamos na sala. Bifes, que eram enormes. Tu e o teu irmão lembraram-se de pôr a dar na TV um combate de WWE ou lá como se chama e eu no fim de jantar e arrumar tudo para a cozinha, fui para lá conversar com a tua mãe. Sei que estive mais de 2h com ela, a conversar sobre tudo e nada. E gosto. Ela é boa companhia. Fomos dormir tarde, como o costume, mas não me esqueço que aproveitamos bem os nossos momentos. E lembro-me sempre do quão especial és, por tudo o que me fazes sentir.



3 de Abril de 2015

Vieste buscar-me depois do jantar. A tua mãe também veio. E ela esteve a conversar com a minha enquanto tu foste lá dentro dizer olá ao meu pai e ao meu irmão. Ainda tive tempo de te mostrar os gatinhos bebés da Sushi. Já me tinha despedido do meu pai e do meu irmão e despedi-me da minha mãe e entrei no carro. Seguimos até a tua casa. Quando cheguei, confesso, que me senti contente. Já tinha saudades de partilhar aquele espaço contigo. Dormir no mesmo sítio que tu. Abraçar-te sempre que quisesse. Não me lembro a que horas fomos dormir nem do que andamos a fazer até irmos para a cama. Mas sei que foram horas bem passadas. Estava com tantas saudades tuas. Já te disse que é super divertido ir contigo para a casa de banho e lavar os dentes ao mesmo tempo que tu? Lembro-me de adormecer no teu braço direito a sentir-me protegida, onde tantos pensamentos me passavam pela cabeça, desde amo-te tanto, não quero perder-te, não sei viver sem ti, és especial demais, és o melhor em tudo, és o meu anjo da guarda, quero-te para sempre.

3 de Abril de 2015

É hora de estudar um bocadinho porque mais logo já me vens buscar e vamos passar um fim-de-semana maravilhoso juntos.

2 de Abril de 2015

É o nosso dia. 3 anos e 4 meses. Não me lembro do dia em que comecei a ser louquinha por ti, mas a verdade é que adoro sentir-me assim. Adoro tudo o que me fazes sentir quando estou perto de ti e até mesmo quando estou longe. Adoro ser completamente apaixonada por ti num segundo e no outro odiar-te. Mas no fundo continuar a amar-te com a mesma intensidade de sempre. Adoro abraçar-te, Beijar-te. Dar-te mimos. Morder-te. Adoro sentir saudades tuas e ver-te na web. Adoro a hora de matar as saudades. Adoro os fins de semana contigo. Adoro ver filmes contigo. Adoro brincar contigo. Adoro estar ao sol contigo. Adoro ir às compras contigo. Adoro cuidar de ti. Adoro adorar-te. 


PS: Parabéns melhor namorado do mundo.
1 de Abril de 2015

E amanhã é o nosso dia e vamos estar juntos. Estou cheia de saudades tuas. Vou dormir mais cedo hoje, sabes porquê? Para o tempo passar mais rápido e ser logo hora de te poder abraçar.


31 de Março de 2015

És tudo para mim e disso não há dúvidas. Adormeço e acordo a pensar em ti, tal como no início da nossa história. O amor continua cá. Para ficar. Até ao fim. Pensava que histórias de amor como a nossa só aconteciam nos livros. Mas tu fizeste-me acreditar que a nossa valia a pena. E realmente, contigo tudo vale a pena. Sinto que crescemos juntos. Que aprendemos juntos. Que acima de tudo aquilo que nos une é uma mistura de amizade, carinho, amor, admiração. Sei que posso contar contigo porque nunca me falhas. Sei que me amas. Acredito cegamente nisso. Não temos segredos. Somos perfeitos juntos. E tenho o maior orgulho em dizer isso. Amo-te muito.

25 de Maio de 2014

"Trata a tua namorada como uma Rainha,
Respeita-a como uma Dama,
Cuida dela como uma Criança
E ama-a como uma Mulher."

24 de Maio de 2014

De manhã fomos tomar pequeno-almoço (eu, o namorado, o primo e o amigo) e depois andamos às voltas até o Continente abrir que eu precisava de ir lá, só que depois não tinha o que eu precisava e tivemos de ir até ao pequeno. Depois de ir lá o Gil foi para o autocarro e eu vim para casa. Quando cheguei, liguei ao namorado que estava sozinho e depois fui tomar banho e no fim do banho ele ligou-me e eu deitei-me na cama. Quando ele chegou a casa também foi para a cama, estivemos a conversar e fomos dormir até às 5/6h da tarde. Quando acordei deitei-me no sofá a ver televisão mas o Gil estava com dores de garganta e tive de cuidar bem dele, mesmo que fosse por mensagens. Depois jantei, fui lavar os dentes, arrumar a cama e deitei-me. Quando reparei tinha adormecido e o Gil estava a ligar-me. Falamos um pouco e depois fomos dormir, é pena que não estivéssemos juntos, mas eu tinha a camisola dele com o cheirinho dele que abracei durante toda a noite.
23 de Maio de 2014

Devia ser 1h e tal quando entramos no recinto. Estivemos lá até de manhã e foi super fixe. Tanto pela companhia como pela festa em si. O meu namorado nunca me deixa sozinha para nada e isso é fantástico. Mesmo quando está sem disposição nenhuma para alguma coisa, faz um esforço por mim e vai. Sabes como gosto que faças isso por mim. Também tenho fotografias desse dia e espero tê-las em breve. Gastei tanto dinheiro que só de pensar nisso apetece-me bater em mim própria, mas foi só uma vez e foi o ultimo dia de queima, portanto valeu a pena. Esta semana que vem começam as aulas e vai ser duro até ao fim. Ainda bem que aproveitei da melhor maneira. 

PS: Estivemos tanto tempo juntos. Até já tenho saudades tuas.
23 de Maio de 2014

Pus despertador para as 9h e fui ao quarto dele acordá-lo. Deitei-me debaixo dos cobertores, abracei-o e acabei por adormecer com ele. Quando acordei já eram 10h e tal. Estivemos aos beijinhos matinais e depois fomos tomar pequeno-almoço. Ao meio dia fui tomar banho e depois almoçar. Saímos por volta das 14h para apanhar o autocarro. Quando chegamos a Viana fomos ao Continente e depois vim para casa no autocarro das 15.20h e ele no das 15.30h. Cheguei eram 16h. Mas estava com ideias de ir sair outra vez e pronto depois de muita indecisão, lá fomos nós para a queima ver o José Cid e Mastiksoul. Saí eram 22h e qualquer coisa, fui com o meu primo e com um amigo dele. Estivemos lá a empatar tempo, depois fomos ao interface e o Gil foi ter connosco..
22 de Maio de 2014

Uns colegas nossos levaram-nos ao interface e às 7.20h apanhamos o autocarro para casa dele. Chegamos deviam ser 8h e fomos dormir para o quarto dele. Só sei que quando acordei eram 15.20h. E era para ir embora no autocarro das 17.30h mas acabei por ficar para o dia seguinte. Pouco depois chegou a mãe dele, estivemos na cozinha até ao fim do jantar e depois fomos fazer a "minha" cama e eu experimentei calças (ou seja, ganhei 2 pares de calças novas e são tão lindas) e depois a mãe dele foi dormir e fomos para a sala ver um filme, "Endless Love" (é lindo demais) e entretanto, o pai dele também foi descansar e no fim do filme fomos para o quarto e ele esteve comigo até às 2h e tal. E quando foi para o quarto dele ligou-me, falamos um bocadinho e depois fomos dormir.. 

PS: A tua companhia é a melhor que podia ter. Obrigada por cuidares tão bem de mim meu amor.
21 de Maio de 2014

Mais um dia que fomos à queima, ver os Azeitonas e o Diego Miranda. Só sei que foi altamente. Ficamos (eu e o meu namorado sempre juntos, não falha) até de manhã. Temos imensos vídeos desse dia (acho que uns 26) e fotografias também algumas. A ver se as tenho que ainda me quero rir.
20 de Maio de 2014

19 de Maio de 2014

Acordamos as 7h da manhã. Fomos tomar o pequeno-almoço à pastelaria Cais Novo. E depois fomos para o Interface ver a que horas havia autocarro para irmos para casa. Conclusão, só fomos no autocarro das 10.30h porque o meu já tinha passado e o Gil também já só tinha esse. Estivemos sentados nos bancos de lá, fomos ao Continente comprar água e depois sentamos-nos no banco cá fora. Às 10h fomos à Worten dar uma volta e depois fomos para o Interface para apanhar o autocarro. Despedimos-nos muito bem um do outro e estivemos em chamada até eu chegar a casa (11h e tal). Depois eu fui tomar banho, comi qualquer coisa e fui para a cama. E o meu namorado almoçou e também se foi deitar e ligou-me. Estivemos em chamada e depois fomos dormir. Dormi até às 17.30h e ele até às 18h. No fim de jantar, eu acabei por me deitar cedo. E adormeci e pouco depois o Gil foi-me ligar e estivemos a conversar mais um pouco. Desligamos a chamada e eu adormeci. E só me lembro de sentir o telemóvel a vibrar. Era ele que não conseguia dormir e queria que lhe cantasse os patinhos. Estive a cuidar dele e depois ganhou soninho e desligamos e adormecemos..

PS: Falta um mês certinho para eu fazer 20 anos!!! Como o tempo passa depressa..
18 de Maio de 2014

Hoje foi o primeiro dia da Semana Académica. Eu só fui porque o meu namorado queria muito ir ver os Dealema e eu até estava curiosa. Mas ainda bem que fui, foi altamente!! Por volta das 4h da manhã tivemos de vir embora que a Sandra tinha aula de condução no dia seguinte. Dormimos na sala da casa dela cá em Viana, só uma hora e tal mas pela companhia dele vale sempre a pena. 

PS: Gostei muito de estar a conversar contigo e de termos tempinho para nós depois da noite agitada. És o melhor do mundo e trocava (quase) tudo para estar agora na nossa casa, no nosso quarto, na nossa cama.
16 de Maio de 2014

Hoje, apetece-me escrever para ti..

Eu sei que tu sabes que para mim és o melhor em tudo aquilo que fazes. Mas sinto sempre necessidade de te mostrar isso, de te fazer sentir especial. Porque tu és especial. És a pessoa mais maravilhosa que conheci na vida e só peço para que continues sempre do meu lado, nos bons e nos maus momentos. Nunca me vou esquecer do nosso primeiro abraço, do nosso primeiro amo-te, do nosso primeiro beijo, do dia em que começamos a namorar.. nunca me vou esquecer, sabes porquê? Porque foi contigo. Porque foi especial. Porque tu fazes com que cada momento, mesmo que sejam apenas cinco minutos, sejam especiais. Tu, sempre encantador, cheiroso e apetitoso. Adoro quando me abraças, quando me beijas, quando me seguras a cara e me dizes qualquer coisa quando estou triste. Adoro a forma como me sabes prometer coisas (que cumpres sempre). Adoro-te. Amo-te. Da forma mais verdadeira que existe. E cada dia tu fazes com que só goste mais e mais de ti. Se acredito que fomos feito um para o outro? Acredito. "Feitos um para o outro, feitos para durar." E acima de tudo, vamos ser sempre um do outro. Obrigada por me fazeres sentir a melhor pessoa do mundo por te ter. Obrigada pela felicidade que nunca acaba. Obrigada por nunca mudares e por permaneceres do meu lado nos tempos difíceis.

15 de Maio de 2014

"Sabias que amavas mas não mostravas, sabias que erravas mas nunca mudavas." 
Boss AC
10 de Maio de 2014


8 de Maio de 2014

Hoje não fui à escola. Fiquei na caminha com o meu namorado. Só saímos de casa por volta das 11h para apanhar o autocarro. E na hora de almoço, fomos ao McDonalds, eu almocei um Big Mac e ele almoçou um Big Tasty. Estava tudo tão delicioso.. O Gil perdeu a primeira aula (culpa minha digamos) e depois no fim do almoço fomos comprar gelados ao Girassol, ele quis um Corneto e eu escolhi um Perna de Pau. Também estavam deliciosos ihih sentamos-nos num banco do jardim a comer os gelados e a namorar. Antes das 15h íamos para o shopping, mas a meio do caminho mudamos de ideias e então fomos para a paragem da Biblioteca Municipal. Ele ia para casa com a amiga e eu ia apanhar lá o autocarro. Ainda demos muitos beijinhos de despedida e pouco antes do meu autocarro chegar, chegou a amiga dele. Ficaram as saudades quando ele foi embora porque só o vou ver na segunda-feira mas fico feliz por ter passado a noite maravilhosa com ele a meio da semana. 

7 de Maio de 2014


No fim das aulas, o Gil já estava à minha espera. Chateei-o tanto para vir comigo que ele cedeu *.* viemos de boleia e depois estivemos a conversar com a minha mãe e o meu irmão não o largava. À noite viemos cedo para a cama e quando adormecemos já devia passar da meia noite. É sempre tão especial ter alguém com quem conversar no quarto, alguém a quem me agarrar durante a noite, alguém para me aquecer os pés, alguém para brincar antes de dormir, alguém para acordar com beijinhos. Ter alguém e esse alguém seres tu. 

PS: Foram das melhores noites que já passamos juntos por nem sequer ter sido planeada. Só queria adormecer contigo do lado todas as noites.. amo-te *

4 de Maio de 2014

4 de Maio de 2014


Feliz dia da Mãe.
4 de Maio de 2014

" Namora uma rapariga que lê. Namora uma rapariga que gaste o dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela tem problemas de arrumação porque tem demasiados livros. Namora uma rapariga que tenha uma lista de livros que quer ler, que tenha um cartão da biblioteca desde os doze anos.

Encontra uma rapariga que lê. Vais saber que é ela, porque anda sempre com um livro por ler na mala. É aquela que percorre amorosamente as estantes da livraria, aquela que dá um grito imperceptível ao encontrar o livro que queria. Vês aquela miúda com ar estranho, cheirando as páginas de um livro velho, numa loja de livros em segunda mão? É a leitora. Nunca resistem a cheirar as páginas, especialmente quando ficam amarelas.

Ela é a rapariga que lê enquanto espera no café ao fundo da rua. Se espreitares a chávena, vês que a espuma do leite ainda paira à superfície, porque ela já está absorta. Perdida num mundo feito pelo autor. Senta-te. Ela pode ver-te de relance, porque a maior parte das raparigas que lêem não gostam de ser interrompidas. Pergunta-lhe se está a gostar do livro.

Oferece-lhe outra chávena de café com leite.

Diz-lhe o que realmente pensas do Murakami. Descobre se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entende que, se ela disser ter percebido o Ulisses de James Joyce, é só para soar inteligente. Pergunta-lhe se gosta da Alice ou se gostaria de ser a Alice.

É fácil namorar com uma rapariga que lê. Oferece-lhe livros no dia de anos, no Natal e em datas de aniversários. Oferece-lhe palavras como presente, em poemas, em canções. Oferece-lhe Neruda, Pound, Sexton, cummings. Deixa-a saber que tu percebes que as palavras são amor. Percebe que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade – mas, caramba, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco com o seu livro favorito. Se ela conseguir, a culpa não será tua.

Ela tem de arriscar, de alguma maneira.

Mente-lhe. Se ela compreender a sintaxe, vai perceber a tua necessidade de mentir. Atrás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. Nunca será o fim do mundo.

Desilude-a. Porque uma rapariga que lê compreende que falhar conduz sempre ao clímax. Porque essas raparigas sabem que todas as coisas chegam ao fim. Que podes sempre escrever uma sequela. Que podes começar outra vez e outra vez e continuar a ser o herói. Que na vida é suposto existir um vilão ou dois.

Porquê assustares-te com tudo o que não és? As raparigas que lêem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Excepto na saga Crepúsculo.

Se encontrares uma rapariga que leia, mantém-na perto de ti. Quando a vires acordada às duas da manhã, a chorar e a apertar um livro contra o peito, faz-lhe uma chávena de chá e abraça-a. Podes perdê-la por um par de horas, mas ela volta para ti. Falará como se as personagens do livro fossem reais, porque são mesmo, durante algum tempo.

Vais declarar-te num balão de ar quente. Ou durante um concerto de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Pelo Skype.

Vais sorrir tanto que te perguntarás por que é que o teu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Juntos, vão escrever a história das vossas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos ainda mais estranhos. Ela vai apresentar os vossos filhos ao Gato do Chapéu e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos da vossa velhice e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto tu sacodes a neve das tuas botas.

Namora uma rapariga que lê, porque tu mereces. Mereces uma rapariga que te pode dar a vida mais colorida que consegues imaginar. Se só lhe podes oferecer monotonia, horas requentadas e propostas mal cozinhadas, estás melhor sozinho. Mas se queres o mundo e os mundos que estão para além do mundo, então, namora uma rapariga que lê.

Ou, melhor ainda, namora uma rapariga que escreve. "

11 de Novembro de 2015

Já acabei de postar todas as mensagens do 2º blog.. Agora faltam as do 3º e último!

Vamos lá..
6 de Novembro de 2013

“ Um dia você vai encontrar alguém que te lembre todos os dias que a vida é feita para ser vivida. Alguém que é perfeito de tão imperfeito. Alguém que não desista de você por mais que você tente afastá-lo. Naquele dia que você não estiver procurando por ninguém, naquele dia que você não ia sair de casa e acabou colocando a primeira roupa que viu pela frente. Quando você não estiver procurando, você vai achar aquela pessoa que faz você sentir que poderia parar de procurar. ”
2 de Novembro de 2013



Fazemos hoje 23 meses. E são 22.22h. Estás a pensar em mim, como sempre, eu sei. 

No início, por entre tantas dúvidas e medos andavam os bons momentos. Aqueles em que eu ficava a pensar sempre que estava nas aulas, sempre que chegava a casa, sempre que me deitava na cama. Aqueles que envolviam os beijinhos nas bochechas, as nossas mãos a tocar uma na outra de vez em quando. Depois, pouco depois, veio o primeiro abraço. Mais tarde, as tentativas para o primeiro beijo, mas que nenhum dos dois era capaz de dar. Eu fugia sempre quando te aproximavas demais de mim porque não fazia ideia do que estava a acontecer entre nós. Gostava de estar contigo, da tua atenção, sentia ciúmes das tuas amigas mas nunca admitia aquilo que me ia no coração. Mas um dia, acabou por acontecer, o primeiro beijo, culpa minha dizes tu, mas era tudo o que mais queríamos. Falo por mim. Lembro-me como se tivesse sido hoje. Os teus lábios. A forma como encaixaram perfeitamente nos meus. Não queria parar de te beijar e apaguei do mundo por completo. Só tu e eu. Finalmente um nós. Depois desse dia, andávamos sempre ansiosos para estarmos uns cinco minutos a sós para trocarmos um beijo e para matar saudades. Passaram por volta de três semanas, até que começamos oficialmente a namorar. Digo oficialmente, porque me pediste em namoro, todo riquinho e cheio de vergonha e eu respondi com um beijo e ainda me lembro de tu perguntares "isso é um sim?". Desde aí a minha vida tem sido maravilhosa. Tenho alguém que se preocupa comigo, que me dá bom dia todos os dias, que me liga todas as noites, que me adormece e que me acorda com beijinho matinal de vez em quando, que já me levou pequeno-almoço à cama, que diz que me ama muitas vezes ao dia, que me apoia em tudo o que preciso, que me ouve sempre que tenho um problema, que me faz esquecer as coisas más que me acontecem, que sorri quando me vê, que gosta de mim pelo que sou, mesmo com os meus infinitos defeitos, que nunca perde a cabeça quando discutimos e que acima de tudo me ama exactamente como sou e que me conhece melhor do que ninguém. E a ti, amor, devo-te muito. Diria que devo tudo aquilo que sou hoje. Tornaste-me numa pessoa melhor. E dizer que te amo é tão pouco, comparado àquilo que sinto. Mas amo-te, amo-te muito. "Até ao infinito e mais além." <3

❝ Que o nosso amor seja infinito, que seja inalcançável, que seja indestrutível. Que seja. ❞
25 de Outubro de 2013



Dos poucos mas dos melhores momentos que passamos juntos depois de uma semana de aulas, fazem tudo valer a pena e embora tenha sido uma sexta difícil, sabes que nada é melhor do que poder tocar-te, abraçar-te e dar-te aqueles tão desejados beijinhos por os quais espero a semana toda. Tenho de passar a cumprir aquilo que digo e a deixar de te magoar constantemente, mereces o mundo inteiro só por continuares comigo e por me apoiares em tudo e mais alguma coisa. Amo-te orgulho <3

PS: Desculpa, estás com os olhos fechados, mas queria algo recente e para dizer também que fomos pela primeira vez comer Bolas de Berlim do Zé Natário (um dia destes repetimos a dose) e que compraste umas sapatilhas novas que te fazem ficar gigante :c ihih
20 de Outubro de 2013

" Sou insuportável e prefiro não me apegar. Mas se por acaso um dia eu te disser que gosto de alguém, serão as palavras mais sinceras que você terá escutado. "
19 de Outubro de 2013

" Namorar é algo que vai muito além das cobranças. É cuidar do outro e ser cuidado por ele, é telefonar só para dizer bom dia, ter uma boa companhia para ir ao cinema de mãos dadas, ter alguém para fazer e receber cafuné, um colo para chorar, uma mão para enxugar lágrimas, enfim, é ter alguém para amar. Somos livres para optarmos! E ser livre não é beijar na boca e não ser de ninguém. É ter coragem, ser autêntico e se permitir viver um sentimento. "
16 de Outubro de 2013

" Mas é você, sempre vai ser você. Sempre vai ser a sua voz, o seu jeito, os seus efeitos. Sempre vai ser aquela música que faz todo o sentido quando lembro de você, sempre vai ser seu comportamento infantil ou adulto demais. Seus gostos, suas manias, suas carências. Sua birra, seu jeito teimoso e incontrolável. Sua implicância, sua arrogância e seu orgulho. Sempre vai ser essa sua mania de tentar fugir do mundo, seu ciúme, sua falta de compreensão. Sempre vão ser os seus erros, seus acertos. Sempre, sempre. Quando eu acordar e querer me esconder de tudo ou quando eu for dormir e só conseguir pensar em você. Sempre. Mesmo que dê tudo errado, que as coisas mudem, que o tempo passe. Sempre. Eu sempre vou ter aquela necessidade maior por você do que por qualquer outra pessoa, sempre vou sentir sua falta mais do que eu pensei que fosse possível sentir de alguém um dia. Sempre vou querer mais você, pedir mais você. Sempre vou fazer birra e cara feia dizendo que não te quero mais e vou pedir baixinho teus braços. Sempre. Mesmo que as coisas saiam da forma contrária que esperamos. Eu sempre vou querer seu abraço, seu beijo, seu cheiro. Não importa o quanto as coisas estejam difíceis. Sempre vai ser você que deixará tudo melhor, mesmo quando parecer impossível. Sempre vai ser eu e você, nós. Mesmo depois das brigas, dos medos, da falta. Sempre. No final a gente sempre se acerta, sempre se ajeita. Porque foi você, é você, será você. Nós, juntos. E ninguém no mundo pode mudar isso. "
16 de Outubro de 2013

" Querendo ou não, chega uma hora em que as pessoas têm que mudar, que as pessoas têm que crescer. E isso não é uma escolha, é um aprendizado. Você muda a cada coisa nova que você aprende, a cada erro que você comete, a cada vez que te decepcionam. É por isso que você vai passar por constantes mudanças durante toda a sua vida. Porque erros você comete todos os dias, você aprende coisas novas todos os dias, te decepcionam a toda hora. Então aceite e compreenda as mudanças que acontecem com você e com quem vive ao seu redor. Ninguém muda porque quer, e se alguém mudou é porque foi preciso. "
13 de Outubro de 2013

" Perfeito é ter alguém ao lado nas noites frias, é cumplicidade, respeito, carinho, amor… É sentir-se feliz com o pouco que já é muito vindo de alguém. Uma simples sinceridade do coração e da alma alheia. É sorrir com piada boba, é ter apoio e ombro total, ser protegido, sentir segurança mesmo que tudo esteja desabando. O “perfeito” está nas coisas simples que não são visíveis, e sim sentidas. "
6 de Outubro de 2013


No dia 02 de outubro, passada quarta-feira, fizemos 22 meses, ou seja, 1 ano e 10 meses, por isso, parabéns a nós e que duremos eternamente meu amor *

Mas quero dizer-te que me sinto orgulhosa por te ter do meu lado em qualquer dificuldade, por poder contar todos os meus segredos a uma só pessoa e não sentir necessidade de que mais alguém me diga o que fazer, porque tu sabes sempre a diferença entre o certo e o errado, sabes sempre fazer-me entender as coisas pela forma mais simples. Sabes sempre acalmar-me e consegues sempre fazer-me sorrir e perceber que há sempre uma solução para qual quer que seja o problema. Não sabia não te ter e quando digo isto é a mais pura das verdades, porque sem ti já nada faz qualquer sentido. És tu o motivo para me levantar de manhã, para tentar estar bem disposta porque te vou ver e porque vou poder dar-te um xi ou um beijo. És tu que vais estar lá até ao fim dos meus dias e disso já não me resta nenhuma dúvida. Posso ser a maior ciumenta do mundo, posso implicar contigo, chatear-te porque não gosto das coisas que fazes ou dizes, posso aborrecer-te, posso chamar-te todos os nomes do mundo, mas o amor que sinto por ti, esse jamais vai mudar seja em que ocasião for. E tu sabes que tenho tentado ser mais calminha e acho que o resultado até está à vista. Passamos uma sexta-feira perfeita (ali em cima) e vou andar com isso no pensamento até à próxima sexta-feira para poder repetir. Ou então até quarta-feira, porque espero ir visitar-te. E só me resta dizer que te amo muito mais do que aquilo que imaginas e que já estou cheia de saudades **
29 de Setembro de 2013


" Eu sei que vai dar certo. Mesmo com as brigas, com as minhas implicâncias, mesmo com os desentendimentos. Vai dar certo porque eu sei que é você que eu quero, porque só tem você na minha vida, porque você está em todos os meus planos para o futuro. Vai dar certo porque nos amamos, e ninguém vai conseguir destruir o que sentimos um pelo outro. "

És o melhor que me podia ter acontecido na vida. Obrigada por tudo. E nós é um sempre. <3
29 de Setembro de 2013


Achei engraçadas as fotografias e decidi fazer uma pequenita montagem ** Repare-se, antes de mais nada, na diferença de tamanhos ihih e de resto, nós somos namorados e as nossas sapatilhas também :c e ... ainda bem que entramos os dois na universidade. Estou muito orgulhosa de nós * amo-te meu potinho <3
29 de Setembro de 2013

" E o que é verdadeiro, nem o tempo, nem a distância, absolutamente nada separa. "
21 de Setembro de 2013


Não sei de que dia, nem de que mês é esta fotografia, sei que é de 2012 e estive a endireitá-la um pouco e acho que ficou mesmo riquinha. Dá-me saudades ao olhar para isto porque passava imenso tempo contigo durante o tempo de aulas (pouco nas férias) mas sempre o aproveitamos da melhor forma, a passear ou em casa um do outro, os dias eram sempre fantásticos, tal e qual como foram este ano - 2013 - quer em tempo de aulas (que era só uma) como nas férias que já acabaram. Agora o tempo vai ser menos do que antes, mas tenho a certeza que vamos continuar a aproveitar muito bem os momentos em que estivermos juntos e sei que nunca vais fazer com que eu perca o orgulho, respeito e amor que sinto por ti, assim como eu nunca vou fazer com que percas aquilo que tu sentes por mim. Acho a nossa relação das mais lindas que podem existir e só tenho de te agradecer por me aturares, por nunca me deixares, por me ouvires, por me apoiares, por seres tudo aquilo que eu um dia sonhei. E por me teres feito entender que nenhuma discussão ou problema, nos vai abalar. Amo-te do fundo do coração meu menino <3
20 de Setembro de 2013

**

Oficialmente estamos inscritos na universidade ihih e na segunda-feira já lá estamos :c Parabéns para nós e que tudo nos corra pelo melhor! Talvez daqui a uns anos sejamos uma dupla fantástica para abrir um negócio ** 

PS: Aconteça o que acontecer, hás-de ser sempre o meu mais que tudo. <3

**
17 de Setembro de 2013


" Desta vez, sem frases feitas, só digo que és o meu maior pilar, o meu orgulho, o meu porto seguro. Que és a melhor pessoa que podia ter encontrado na vida e que aquilo que construímos ao longo de quase 2 anos, nunca vai mudar. Podemos discutir, tratarmos-nos da pior forma durante esses minutos, mas a seguir vou estar eu ou tu a pedir desculpa e a dizer que já passou. Podemos ter momentos menos bons, mas garanto-te que os bons compensam todas as coisas más pelas quais temos de passar. Amo-te. Um amo-te bem sincero e até amanhã meu amor. <3 "
16 de Setembro de 2013


30 de Agosto # Sexta-feira # Depois da meia-noite # Já era sábado. ihih

Te amo *
16 de Setembro de 2013


É única fotografia decente que temos da comunhão da minha prima, mas não me vou esquecer do quão lindo estavas e da tua companhia de manhã na igreja, durante o almoço, à tarde na casa da minha tia e à noite para dormir. És o melhor namorado do mundo e já são quase 2 anos do teu lado. Não podia querer mais nada a não ser alguém como tu. Amo-te do fundo do coração. E nunca te esqueças que aconteça o que acontecer, vou permanecer do teu lado. <3


14 de Setembro de 2013


Ter cabelos à frente dos olhos é fixe. Mas pronto, estás tão sweet nesta fotografia ** até se nota que não vives sem mim já viste? :c
14 de Setembro de 2013


Tenho muitas saudades destes dias. És o melhor namorado do mundo. Vou amar-te sempre.
2 de Agosto de 2013

1 ano e oito meses: 20 meses

Só para contar que hoje fazemos vinte meses e que esta última semana foi a melhor da minha vida, quer dizer, das nossas. Passamos a semana toda juntos, quatro dias na minha casa, cinco dias na tua. Agora está tudo vazio demais sem ti. É bom estar contigo, receber os teus mimos a toda a hora, beijar-te, abraçar-te, brincar contigo, irmos dormir tarde, enfim, como se vivêssemos juntos e como se não existisse um mundo lá fora, como sempre disse. Gosto de ti e não sei como seria se assim não fosse. O teu cheiro, a tua pele, as tuas mãos, os teus lábios, o teu corpo inteirinho, deixam-me sempre com vontade de nunca te deixar ir embora. És o melhor, o maior, o mais lindo. Nunca vou desistir de ti nem de nós. E espero que saibas que sou muito feliz por te ter. Por ter o teu amor só para mim e os teus mimos. e olha, já fizemos 1 ano e oito mesinhos *.* parabéns para nós meu potinho **

8 de Julho de 2013

Sem ti, nunca seria a mesma coisa. Obrigada por todos os miminhos e por teres ficado aqui comigo. É difícil quando estás longe, mas nós conseguimos e nunca te vou perder, nunca. E ao dizer isto, lembro-me de estar a abraçar a tua cabeça contra o meu peito, a dizer-te exactamente o mesmo. Sinto a tua falta, mas prometo tentar ser melhor, mais calma, mais tranquila. Prometo não pensar em coisas feias que me fazem agir de forma errada. É tão bom estar lá fora ao fresquinho contigo a conversar e a ver as estrelas. Ir para a cama contigo e deitar-me ao teu lado. Adormecermos juntos e acordar durante a noite e abraçar-te para ter a certeza que ainda ali estás e adormecer outra vez. Acordar de manhã e não querer que as horas passem para não teres de ir embora nunca mais. Gosto de ti, muito mais do que aquilo que imaginas. E nunca te vão tirar de mim, do meu coração. És tudo de bom que podia ter. E o meu coração está a esbordar de felicidade e de amor. Oh, é tão bom. Espero que estes três dias passem a correr e que te possa ver na sexta, porque agora eu sei, que a saudade dói. Amo-te para sempre <3

PS: Podia passar os minutos dos dias todos da semana contigo, que nunca me ia cansar de nós. *
2 de Julho de 2013


Ohhhhh minha coisinha boa *.* as saudades apertam aqui dentro, mas é tão bom parar um bocadinho e lembrar-me destes momentos assim. Apaixono-me por ti todos os dias, mais que uma vez ao dia. Por isso, o nosso amor nunca vai embora, porque está sempre a aumentar :')

2 de Julho de 2013


1 ano e sete meses. Que dure eternamente. Amo-te!

Hoje não vou escrever um texto enorme, como faço todos os meses. Acho que só esta fotografia já diz tanto de nós, dos nossos momentos, dos nossos miminhos, das vezes que dormimos juntos, das vezes que me adormeceste, dos abraços apertados, dos beijos demorados, do conforto que sentimos quando estamos perto um do outro. É tudo maravilhoso do teu lado. E não te troco por nada. Tenho muito orgulho em ti e nunca te vou perder. Somos fortes, somos tudo o que quisermos ser, juntos. Não somos perfeitos, mas somos felizes, muito felizes.
2 de Julho de 2013

" Quando eu tinha 17 anos, li uma frase que era algo assim: “Se você viver cada dia como se fosse o último, um dia ele realmente será o último.” Aquilo me impressionou, e desde então, nos últimos 33 anos, eu olho para mim mesmo no espelho toda manhã e pergunto: “Se hoje fosse o meu último dia, eu gostaria de fazer o que farei hoje?” E se a resposta é “não” por muitos dias seguidos, sei que preciso mudar alguma coisa. Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo — expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar — caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante. Não há razão para não seguir o seu coração. Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder. "

Steve Jobs
1 de Julho de 2013

Passei o fim de semana na casa do meu namorado e por mim tinha ficado lá e nunca mais vinha embora. Mas infelizmente não pode ser. Foram dois dias perfeitos, como sempre. No sábado conheci a avó e o avô dele de Deocriste, que já tinha ouvido falar tanto deles e nunca lá tinha ido. São tão simpáticos e gostei mesmo de lá ir. Ainda brinquei com um primo do Gil, que consegue ser mais irrequieto que o meu irmão, por incrível que pareça e ainda me mandou uma sapatada no rabo (acho que tem 4 anos :o). Por isso, quando for grande, vai ser fresco vai. Conheci outros três primos dele. O Samuel, o Cristiano e outra menina que não me lembro o nome. No fim de jantar, o Samuel (estava com um amigo) foi buscar-nos e fomos a uma festa de S. Pedro que havia por lá. No início estava um bocadinho coise lá no meio. A meio da noite, já bebia os finos do Gil e no fim da noite, já me pagavam finos. ihih mas partilhava com o meu bebé :c e os meninos que estavam por lá eram todos simpáticos, pelo menos os que nós estivemos, mas não gosto de meninas que falam pro meu namorado cheias de criqueirice quando eu estou por perto :)) chegamos a casa eram praí 5h da manhã e ninguém nos ouviu chegar. O Gil foi deitar-me e senti-o a fechar a porta e a ir à casa de banho lá de cima e adormeci logo a seguir. 

Quando acordei, eram 9h da manhã e estava tapada com o lençol e dois cobertores, estava cheia de calor. Destapei-me e tentei dormir, mas não consegui. Então fui à casa de banho e fui para a cozinha, que estava lá a mamã do Gil. Fui a segunda a acordar e só dormi 4 horas. Estive a conversar com ela e às 09.40h o Gil chegou à cozinha. E depois os primos dele também passaram lá. E eu e o Gil fizemos crepes e a mãe do Gil já tinha feito um bolo de chocolate (apetitoso por sinal). Almoçamos lá fora. E à tarde amuei com o Gil. Mas como sempre, não vivemos um sem o outro. Fizemos as pazes uma hora depois, nem tanto. Estivemos deitados na relva à sombrinha. E quando nos fartamos fomos para o quarto. Estivemos a conversar e a lutar ihih e aos miminhos do costume. (Só queria voltar agora) Lanchamos orelheira (foi a primeira vez que comi e acho que se chama assim :c) e é muito muito bom. Ah e antes o Gil fez-me um pão como tinha na embalagem da mortadela. Estava super bom e com ketchup ficou ainda melhor :c Depois estivemos no quarto outra vez, a decidir quando é que eu ia embora. E decidimos que ia logo. E não foi por eu nem por ele querermos. Mas porque não dava para ir depois. Ainda vesti um vestido que a a mãe do Gil me mostrou e o Gil queria que eu vestisse. E então trouxe-o para casa (vim com ele vestido) e já está a lavar. 

Depois os pais do Gil vieram trazer-me a casa. Os nossos pais conheceram-se depois de quase dois anos que nós já temos juntos :c e as nossas mães não queriam mais nada do que estarem a falar uma com a outra. O Gil ainda entrou na minha casa para dar boa noite ao meu pai e depois ele foi lá fora. E o Gil veio despedir-se de mim no meu quarto, para termos privacidade :c (já nos tinhamos despedido tantas vezes lá fora :o). Dei-lhe um tótó cor-de-rosa meu para diminuir as saudades. E ele deu-me um xi apertado aqui no meu quarto e lá no quarto da casa dele. E veio a apertar-me a mão o caminho todo. As saudades já começavam a ser muitas. E doeu tanto sentir que ele estava triste. Porque agora vamos ver-nos poucas vezes e isso custa. Porque temos medo de nos perdermos. Mas isso nunca vai acontecer. Somos fortes. Aguentamos tudo o que nos aconteça. E eu tenho medo e sei que vai doer só te ver dois dias por semana. Mas depois do que a tua avózinha disse e depois das nossas mães falarem que antigamente era diferente e a minha mãe falar que quando nos casarmos já estamos habituados a estarmos juntos e a tua mãe disse que às vezes muitos se divorciam por isso, tu viraste-te para mim e disseste que nunca nos ia acontecer. *.* e não vai mesmo. Somos os melhores juntos e já não sei viver sem ti. Quero uma casa para nós. Quero ter filhos contigo. Quero envelhecer a teu lado.

28 de Junho de 2013

Hoje, sexta-feira, fui para a casa do meu namorado :c e como o costume fui muito mimada e bem tratada <3 e sei lá, sinto saudades tuas. Só queria ter-te aqui a encher-me de beijinhos e de xis. A brincar comigo. És tão meu. Sinto isso aqui dentro e não há nada melhor. Nem há nada melhor que nós :')

PS: Antes de ir, fomos comprar croissants ao continente, uns de chocolate e uns simples. Comemos os de chocolate antes de ir para o autocarro e eram tão deliciosos, parecia uma criança feliz a comer :c e quando chegamos a casa, o Gil pôs fiambre e queijo no meio dos croissants simples, como eu tanto gosto *.* 

Almoçamos lá fora e estava super fresquinho.

À tarde, a mamã dele foi descansar com a Carolina (a prima do Gil da idade do meu irmão) e nós estivemos na sala, a jogar (ele no pc a jogar lol e eu a jogar playstation um jogo de uma raposa :o) mas depois fartei-me e fui ver sobrenatural - que eu tanto adoro. Depois o Gil veio fazer-me companhia. **

Quando o Sobrenatural acabou fomos lá para cima para o quarto e eu estive à janela (lembrei-me da música "menina estás à janela, com o teu cabelo à lua" lala" ahah) e depois deitei-me pertinho dele a conversar e a dar miminhos. Até arrumamos as gavetas das mesinhas de cabeceira e eu trouxe um smurf e um porta-chaves - para mim aquilo é um capacete das obras :c - azul para casa, que já estão no meu porta-chaves :c todos juntos e amigos ihih

E é só. AHHHH. A mãe do meu lindo, convidou-me para ficar lá, mas não podia. Então disse para eu ir amanhã e em princípio talvez vá passar o fim de semana lá. Mas lembrei-me agora que o meu gato precisa de mim.. tadinho. Mas agora vão ser poucas as vezes que vou poder estar com o Gil, por isso, temos de aproveitar cada bocadinho. 

Daqui a pouquinho vou nanar, estou com sono e cansada desta agitação diária. Preciso de repor energias.
28 de Junho de 2013

Como disse no meu último post, que queria ir à praia... Bem, fui mesmo à praia. Na quarta e na quinta ihih e foram uns dias perfeitos. O sol estava maravilhoso e a água também *.* e tinha a melhor companhia do mundo, por isso foram dois dias altamente. Nos dois dias fomos cedinho e saíamos de lá assim pro fim da tarde e ainda vimos uns amigos e tal. A pior parte era vir para casa, porque dava vontade de acampar por lá e ficar só com o meu bebé. Temos passado os melhores momentos juntos e sinto-me muito feliz quando estás por perto (mesmo quando não estás, porque sei que te tenho, para sempre). Como te digo sempre, és o melhor namorado do mundo. 

PS: Não me apetece estar a dizer se foi no dia x ou y, por isso aqui vai tudo junto: comemos gelados e bebemos muita água fresquinha e quentinha também ihih, pegamos numa joaninha, um caranguejo passou por cima do pé do Gil, vimos peixinhos, perdemos (eu perdi) o nosso colar, molhamos-nos mutuamente umas quantas vezes e a melhor parte é que acabávamos sempre abraçados e aos beijinhos *.*