13 de Maio de 2013

Por muito difícil que seja aturar-te (e aturares-me), por muito difícil que seja aguentar a idiotice e a azia de cada um de nós, aliás, por muito difícil que seja sermos nós, eu sei que conseguimos ficar sempre bem e o amor que sentimos cá dentro é mais forte que tudo o resto que por vezes temos medo que nos possa derrubar. Amo-te tanto. Podes ter todos os defeitos do mundo (que tens alguns :c) mas não deixas de ser o melhor homem do mundo. Aquele que vai estar do meu lado, para sempre. Tenho a certeza disso :)

Sem comentários:

Enviar um comentário