15 de Maio de 2013

Hoje acabei de ler o Nómada. E acho que vou sentir falta de o ler antes de adormecer, no autocarro, à tarde ou quando estava à espera do Gil. Sabia tão bem ficar vidrada na história e não querer parar de o ler, por nada. No final, quando eu já estava desiludida com o fim, aquilo deu uma reviravolta e surpreendeu-me. Acho que foi dos finais mais fofinhos que já li. E apesar de ser um livro enorme, um dia destes volto a lê-lo, só para matar saudades. ihih

Ps: AG, amo-te bem aqui do fundinho :)

Sem comentários:

Enviar um comentário