21 de Março de 2013

" Foda-se, eu sinto ciúmes de você sim. Sinto raiva de quem te diz coisas bonitinhas ou te oferecem um xaveco barato. Não suporto a ideia de alguém desejando você, não gosto que ninguém chegue ao menos à dois metros de distancia até onde você está. Sinto-me no chão quando sou rude em consequência desse meu ódio, sei que não tem culpa na maioria das vezes. Mas eu sou obcecado por tudo o que é teu, cada parte do teu corpo, a tua voz, tudo o que você faz. Não vou usar a desculpa de que: Cuido do que é meu. Isso é velho e ultrapassado. Não tenho culpa em ser louco pelo teu amor e não aguentar saber que alguém quer disputar comigo. "

Quando li, lembrei-me do acontecimento de hoje e comecei-me a rir. És lindo com ciúmes, muito lindo. Até dá vontade de te encher de beijinhos só para teres a certeza que nunca te vou trocar por ninguém. És o homem da minha vida e não há nada que mude isso, nada. Mantém-te sempre por perto, prometo fazer-te feliz o resto da tua vida :)

Sem comentários:

Enviar um comentário