6 de Outubro de 2013


No dia 02 de outubro, passada quarta-feira, fizemos 22 meses, ou seja, 1 ano e 10 meses, por isso, parabéns a nós e que duremos eternamente meu amor *

Mas quero dizer-te que me sinto orgulhosa por te ter do meu lado em qualquer dificuldade, por poder contar todos os meus segredos a uma só pessoa e não sentir necessidade de que mais alguém me diga o que fazer, porque tu sabes sempre a diferença entre o certo e o errado, sabes sempre fazer-me entender as coisas pela forma mais simples. Sabes sempre acalmar-me e consegues sempre fazer-me sorrir e perceber que há sempre uma solução para qual quer que seja o problema. Não sabia não te ter e quando digo isto é a mais pura das verdades, porque sem ti já nada faz qualquer sentido. És tu o motivo para me levantar de manhã, para tentar estar bem disposta porque te vou ver e porque vou poder dar-te um xi ou um beijo. És tu que vais estar lá até ao fim dos meus dias e disso já não me resta nenhuma dúvida. Posso ser a maior ciumenta do mundo, posso implicar contigo, chatear-te porque não gosto das coisas que fazes ou dizes, posso aborrecer-te, posso chamar-te todos os nomes do mundo, mas o amor que sinto por ti, esse jamais vai mudar seja em que ocasião for. E tu sabes que tenho tentado ser mais calminha e acho que o resultado até está à vista. Passamos uma sexta-feira perfeita (ali em cima) e vou andar com isso no pensamento até à próxima sexta-feira para poder repetir. Ou então até quarta-feira, porque espero ir visitar-te. E só me resta dizer que te amo muito mais do que aquilo que imaginas e que já estou cheia de saudades **

Sem comentários:

Enviar um comentário