7 de Abril de 2015

Dia de aulas. Acordamos cedo. E eu só queria ficar na cama contigo e não ter de ir embora. Preparamos-nos. Eu arrumei o resto das minhas coisas. O teu irmão levou-nos a minha casa para eu pousar o saco. Ainda dei um beijinho à minha mãe e de seguida fomos para a escola. Levaste-me à sala e esperaste que fosse hora de entrar. Não queria que fosses embora. Tinha passado tanto tempo contigo que sabia que no minuto a seguir que virasses costas ia morrer de saudades. E foi exactamente o que aconteceu. Tu foste para a tua sala. E eu entrei na minha. Não pensei muito porque sabia que tinha de ser assim. Mas aqui dentro já faltava qualquer coisa. Tive de me distrair disso. Tinha a apresentação de Economia para fazer. O professor chamou-nos e apresentamos o nosso trabalho. No fim, ele fez alguns comentários - pensei que fosse pior - e saímos. Estive contigo meia hora na hora de almoço e como sempre, no fim, levaste-me à sala outra vez. Namoramos um bocadinho e despedimos-nos. Porque naquele dia já não ia estar mais contigo. À tarde tive Organização e Gestão de Eventos e Estratégia Empresarial. Passaram rápido. Mas eu estava a morrer de sono e só queria chegar a casa e descansar. Quando cheguei, desfiz o saco. Arrumei o que tinha a arrumar e fui descansar cedo. Quando te liguei, era estranho estares longe, quando na noite anterior estavas tão perto. Falamos sobre o fim-de-semana. E sobre o nosso dia. Adormeci, feliz, a pensar em ti.



Sem comentários:

Enviar um comentário